jump to navigation

O Céu do Mês – Outubro de 2009

Faça aqui o download da carta celeste de Outubro de 2009 (cortesia Skymaps).

Baixe aqui o Almanaque Astronômico 2009, produzido pelo CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais).

Confira abaixo quais os principais fenômenos astronômicos do mês de Outubro. Todos os horários são para a cidade de São Carlos/SP.

Atenção! As efemérides exibidas nesta página já estão ajustados  para o Horário de Verão, que entrará em vigor  partir das 00:00 do dia 18 de outubro.

Nos dias 31/10 e 01/11, ocorrerá em Londrina o 12° ENAST (Encontro Nacional de Astronomia) e do 1° ELAST (Encontro Latino-Americano de Astronomia). Neste evento, astrônomos profissionais e amadores de diversos pontos do Brasil irão se encontrar para apresentar trabalhos e divulgar eventos da área tanto para profissionais quanto para a comunidade.

Destaques do mês

Sexta-feira, 2/10

Início da chuva de meteoros Oriônidas. Eles são conhecidos por serem os restos deixados pelo cometa Halley. Esta chuva estará ativa até o dia 7 de novembro.

Domingo, 4/10

03:11 Lua Cheia

Terça-feira, 6/10

22:00 Mercúrio estará em Elongação Máxima a oeste do Sol (ver imagem abaixo). Ele estará visível no céu um pouco antes do nascer do Sol.

conjuncao_elongacao

Domingo, 11/10

5:56 Lua em Quarto Minguante

Terça-feira, 13/10

9:00 A Lua atinge o Perigeu, o ponto de sua órbita mais próximo da Terra (369067 km).

Domingo, 18/10

00:00 Início do Horário de Verão brasileiro.
A partir deste dia, os brasileiros que vivem nos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Esírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal terão de adiantar seus relógios em uma hora.

3:32 Lua Nova

Quarta-feira, 21/10

Pico da chuva de meteoros Oriônidas. Neste dia, estima-se que serão observados cerca de 20 meteoros por hora (meteoros rápidos e de fraco brilho). Se você quiser observá-los, é recomendado observar o céu pouco antes do amanhecer.

Domingo, 25/10

21:00 A Lua atinge o Apogeu, o ponto de sua órbita mais distante da Terra (404166 km).

Segunda-feira, 26/10

22:41 Lua em Quarto Crescente

Os Satélites em Outubro

Neste mês, a Estação Espacial Internacional (ISS em inglês)  poderá ser visualizada a olho nu apenas em 5 dias no início do mês, além dos dias 26 e 28 de outubro. Como sua magnitude estará muito baixa, a estação será facilmente visível no céu. Já o Telescópio Espacial Hubble (HST em inglês) será observável antes do amanhecer até o dia 04; depois desse dia, ele estará visível após o anoitecer. Além do Hubble e da ISS, será possível observar vários satélites no céu ao longo do mês, sempre ao anoitecer ou antes de amanhecer.
Confira na carta abaixo os satélites mais visíveis neste mês. (
Clicando nas datas, é possível ver um mapa com informações e posições de cada satélite).

Clique aqui para ver as passagens dos satélites mais visíveis durante o mês de outubro (arquivo em .pdf)

Créditos: Heavens-Above

*Direção: ponto cardeal onde o satélite aparece – ponto cardeal onde o satélite desaparece.
OBS: clique aqui para ver onde ficam as direções descritas na tabela acima.
OBS nº 2: os horários de passagens dos satélites já estão ajustados ao Horário de Verão.


Os Planetas em Outubro

OBS: os horários marcados com (HV) já estão adaptados ao horário de Verão.

Ao longo do mês, o planeta Mercúrio vai se afastando cada vez mais do Sol no céu até o dia 6 (elongação máxima); após esse dia, ele volta a se aproximar do Sol lentamente. No dia 11, o planeta atingirá sua magnitude máxima (-1,0). E em torno do dia 15, será difícil de observá-lo, pois estará muito próximo do Sol. O planeta se encontra na constelação de Virgem.
No início de outubro, Mercúrio surge no céu a partir das 05h45 (em sua elongação máxima, ele começa a ser visível nesse horário. Já no final do mês, ele surge no céu a partir das 07:11 (HV).

Já o  planeta Vênus aparece no céu às 05:30, com magnitude -3,7. Ao longo do mês, ele estará  indo em direção à Leão. Com um telescópio, é possível observar que o planeta aumenta sua fase. No final de outubro, ele começa a ser visível a partir das 06:20 (HV). Vênus também se encontra dentro da constelação de Virgem.

Marte se encontra na constelação de Gêmeos no início do mês (dica: nos primeiros dias de outubro, o planeta estará próximo à estrela Pollux, uma das mais brilhantes de Gêmeos). Com o passar dos dias, ele começa a surgir no céu cada vez mais cedo  e com uma magnitude menor.
No início de outubro, ele surge no céu a partir das 02:30, com magnitude +0,9 e no final do mês, ele surge no céu a partir das 02:30 (HV), com magnitude 0,6 e indo em direção à constelação de Câncer.

O  planeta Júpiter estará visível durante todo o mês de outubro, aparecendo no céu logo após o pôr-do-sol. No dia primeiro, o planeta se põe às 02:30; já no final do mês, ele irá se por mais cedo (em torno das 01:40 (HV)). Júpiter localiza-se na constelação de Capricórnio, aumentando sua magnitude ao longo de setembro. No início do mês, ele tem magnitude de  -2,2; já no final do mês, ele terá magnitude de -2,0.

E Saturno volta a aparecer no céu durante a madrugada. Localizado na constelação de Virgem, o planeta surge no início do mês às 06:10, com magnitude +1,4.
Nos primeiros dias de outubro, ele estará entre os planetas Mercúrio e Saturno, provomendo um belo espetáculo para ser observado; mas atenção: pelo fato destes planetas aparecerem um pouco antes do amanhecer, a observação deste fenômeno pode ser difícil. Veja na imagem abaixo como esses planetas poderão aparecer no céu.

mercurio_saturno_venus_11102009.png

Créditos: stellarium

Já para os dias posteriores, o planeta dos anéis vai aparecendo cada vez mais cedo, e aumentando seu brilho do céu lentamente. No final de outubro, ele pode ser visto a partir das 05:20 (HV), com magnitude 1,4.

Urano encontra-se na Constelação de Peixes, próximo à Pégaso, Baleia e Aquário. Neste mês, o planeta será visível durante toda a noite. No início do mês, Urano se põe às 04:30 e, no final do mês, ele se pões às 03:30 (HV). Entretanto, sua baixa luminosidade (magnitude +6) o impede de ser visto através de binóculos ou telescópios de pequeno porte.

Netuno continua acompanhando o planeta Júpiter ao longo de Outubro. Entretanto, sua baixa luminosidade o impede de ser visto através de um binóculo. Recomenda-se um telescópio de médio porte. No início do mês, o planeta se põe às 03:00 e no final do mês, às 02:00 (HV).

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: